SAIBA DE UMA VEZ POR TODAS COMO CADASTRAR SEU RESTAURANTE NO IFOOD

Entenda sobre o aplicativo e a forma de aumentar as suas vendas com um delivery de marketplaces.

SAIBA DE UMA VEZ POR TODAS COMO CADASTRAR SEU RESTAURANTE NO IFOOD

Falou em iFood deu fome aí, né?! Aqui também!

Antes a gente pensava em comer algo e logo dizia: Ahn, vamos pedir um delivery? Agora é: "Vamos pedir um iFood?"

A força da palavra já é sinônimo de comida. E é todo tipo de comida. Assim como acontece com marcas antigas e pioneiras, que trouxeram soluções surpreendentes para as pessoas. Com certeza você conhece: Omo, Toddy e Superbonder...

Para você entender em números a fama que o iFood tem, hoje ele é um dos maiores aplicativos de delivery de comida no Brasil. Mensalmente a plataforma registra por volta de 7 bilhões de pedidos.

E se seu restaurante ainda não faz delivery, vamos logo te avisar: você está perdendo dinheiro e visibilidade.

Fique com a gente nesse artigo, que vamos colocar os primeiros passos para o seu restaurante estar no iFood.

Como cadastrar meu restaurante no iFood?


Cadastrar o seu restaurante no iFood é bem simples, e tudo o que você precisa fazer é seguir esses três passos:

1) Primeiro, entre no site do iFood

Acesse o site ifood.com.br e, no canto superior direito, clique em "Restaurante” para ser encaminhado para uma nova página.

Importante buscar a opção, cadastre o seu restaurante para fazer parte do iFood. Essa primeira etapa é sobre os dados do dono do restaurante. Ou seja, os seus dados.

  • E-mail;
  • Celular;
  • Nome e sobrenome;
  • RG e órgão emissor;

Marque a opção ao final da página em que "concorda" em receber contato via WhatsApp para finalizar o cadastro. Se algo estiver fora do padrão, eles entrarão em contato e será muito mais rápido resolver qualquer problema posterior.

2) Sobre o seu restaurante

A primeira opção de preenchimento dos campos é o seu CNPJ. Você já sabia que para operar seu delivery junto ao iFood você precisa de um CNPJ, certo? Como apenas pessoas jurídicas podem realizar o cadastro na plataforma, é importante que você tenha um CNPJ para o seu negócio.

Se você não tem ainda, você poderá acessar o Portal do Empreendedor e realizar o cadastro. Na sequência, regularize o seu negócio como um MEI.

Todo o processo é muito rápido. Em poucos minutos você terá um CNPJ MEI regularizado junto ao órgão regulador e com permissão para emitir notas fiscais de serviço conforme pede a lei.

Certifique-se de que todas as suas operações no restaurante estão legalizadas. Isso também é importante para prezar pela saúde dos muitos clientes que você terá acesso através do iFood. É uma garantia a mais de que o seu negócio está legalizado e, portanto, dentro das normas adequadas de serviço.

A segunda etapa de preenchimento é sobre os dados do seu restaurante:

  • CNPJ;
  • Razão Social;
  • Nome do Restaurante;
  • Telefone;
  • CEP;
  • Estado
  • Especialidade

Ao final, você deve marcar se o seu restaurante possui delivery próprio. Nesse campo é onde você informa ao iFood se você já possui entregadores ou fará uso do serviço que a plataforma oferece, disponibilizando a você uma rede de entregadores cadastrados no serviço.

3) Escolha o melhor plano para a sua região

Após as etapas de preenchimento de cadastro, você será direcionado para a página de definição do melhor plano para a sua região.

São basicamente dois planos, onde em um é você quem entrega os pedidos: iFood Básico. E no outro é o iFood que efetua a entrega dos pedidos para você: iFood Entrega. Esse último está disponível em apenas algumas regiões brasileiras, mas informando o seu CEP a plataforma já saberá te informar se ele está disponível para a sua região ou não.

Cumpridos os requisitos mínimos de cadastramento, fique ciente de que existem taxas cobradas sobre os pedidos gerados pela plataforma. Conheça melhor sobre elas aqui.

Ao optar pelo "Plano Básico", a entrega deve ser providenciada por você. Nesse tipo de plano há uma mensalidade de R$100 cobrada a partir de quando seu restaurante ultrapassar R$1.800 de vendas mensais pela plataforma.

Ainda, dentro do iFood Básico você tem os seguintes custos: taxa de 12% sobre cada pedido feito. Se o seu cliente optar por pagar pelo aplicativo, é cobrado mais 3,5%. Essa segunda cobrança funciona como a taxa da sua operadora de cartão de crédito.

Se a sua região for contemplada pelo oferecimento do serviço de entrega pelo próprio iFood, você também tem a opção de contratar o "Plano Entrega".

Nesse caso, a entrega fica por conta da plataforma. A mensalidade do iFood Entrega é de R$130 para quando as vendas pelo app ultrapassarem R$1800 mensais, mais a taxa de 27% sobre cada venda.

Após definir o melhor plano para o seu restaurante, o contrato será encaminhado no e-mail informado na etapa anterior. Assim que a assinatura estiver concluída, o time do iFood entrará em contato para configurar o seu cardápio na plataforma.

Caso o iFood não atenda as suas necessidades (o que achamos muito difícil de acontecer), é possível realizar o cancelamento do plano a qualquer momento, sem fidelidade ou o pagamento de algum valor de multa.

O que mais é necessário para vender no iFood?


As dicas que daremos a seguir já foram pinceladas ao longo do texto, mas requerem atenção em alguns detalhes, pois também são requisitos exigidos pelo iFood e, portanto, vão ser responsáveis pela aprovação ou não do seu negócio.

Capacidade de produção

Não adianta querer aumentar o seu negócio e as suas vendas se o seu estabelecimento, equipe e estoque não estiverem preparados para isso. Lembra que falamos que você precisa garantir um atendimento mais ágil?

Garanta que a qualidade da sua produção não deixe a desejar pelo aumento no número de pedidos. Isso é importante para que você não tenha que cancelar os pedidos feitos pelos clientes, por falta de capacidade, o que faria você ficar mal visto na plataforma.

Outra coisa: certifique-se de vender produtos prontos para consumo!

Entregadores

A quantidade de entregadores vai depender do tamanho do seu restaurante.

Apenas conforme você for ganhando experiência, você vai entender a necessidade de contratar mais entregadores ou não. Apesar disso, a princípio é melhor ter um entregador sobrando do que um faltando - ninguém gosta de ficar esperando muito tempo após fazer um pedido.

Lembrando que se o plano contratado for o básico, você deve garantir a agilidade e qualidade na entrega para satisfazer seus clientes.

Por outro lado, se o seu plano contemplar esse serviço, você nem precisa se preocupar: tudo fica na responsabilidade do próprio iFood.

Atendimento de qualidade

Não é porque você está oferecendo um serviço on-line que a qualidade de atendimento pode ser deixada de lado.

A satisfação do cliente ainda é o que está em jogo e, apesar de o aplicativo lidar com grande parte da comunicação e das vendas, você precisa estar a postos para resolver quaisquer problemas que possam ocorrer.

Até mesmo porque os clientes podem (e deixam mesmo) avaliações sobre o seu produto e a sua entrega. E se você não realizar um bom delivery, poderá ficar prejudicado na plataforma.

Vantagens de ter iFood no seu restaurante


Há muitas vantagens ao aderir um sistema de delivery como o iFood. Assim como há muitas outras vantagens em começar a utilizar qualquer tipo de tecnologia inovadora para melhorar o seu restaurante!

Aqui estão alguns pontos positivos de começar a usar o aplicativo:

Visibilidade

É verdade, não há meio melhor para dar visibilidade ao seu restaurante hoje em dia do que nas redes sociais.

Contudo, a plataforma do iFood conta com milhares de usuários ativos diariamente, o que significa que o seu restaurante receberá uma boa visibilidade através do aplicativo, também.

Além de que, se você utilizar fotos reais e bem produzidas, com alta qualidade, isso será um grande atrativo aos clientes em potencial.

Promoções

Não há dúvidas de que as promoções são uma das melhores maneiras de aumentar o ticket médio do restaurante e aí entra mais uma vantagem do iFood: ele permite cadastrar promoções de maneira prática e fácil.

Aliás, além das promoções, mantenha o cardápio atualizado e bem completo dentro do app, pois essa é uma excelente maneira de como anunciar no iFood.

Quem está com fome, procurando algo delicioso para comer, certamente cairá no seu restaurante e o seu negócio ganha ainda mais visibilidade e aumenta o número de pedidos!

Pagamento on-line

Atualmente, todos estão tão ocupados o tempo todo que até mesmo sair para uma boa refeição acaba se tornando um empenho enorme.

Por conta disso, o iFood tem sido um sucesso tão grande e tudo que puder ser feito on-line é um alívio para as pessoas.

Dito isso, a disponibilização do pagamento on-line através do próprio iFood é um diferencial, que tem um custo para o restaurante, como já falamos, e que faz o cliente ter prazer em realizar o pedido!

Mas há uma vantagem enorme nessa facilidade: ela diminui os índices de cancelamentos de pedidos, o que é ótimo para os donos e gestores de restaurante.

Sistema de Gestão integrado com o iFood


Centralize a gestão do seu restaurante, incluindo os pedidos do iFood através do Sistema de Gestão Yooga. A plataforma tem tudo o que o seu restaurante precisa para atender pedidos de delivery sem falhas e sem prejuízos.

Quando você usa Yooga para receber pedidos no iFood, basta cadastrar seu cardápio uma vez e, com um clique, ele está em um site de delivery próprio para vender sem taxas e, ao mesmo tempo, no iFood.

Seu faturamento, apesar de vir de diferentes canais, pode ser controlado em um único local, enquanto também controla seus gastos, estoque e fluxo de caixa em detalhes.

Seus pedidos do iFood, do WhatsApp e do seu delivery próprio chegam todos na mesma tela, e são direcionados facilmente para a cozinha. Sem retrabalho e em um só sistema.

#VemPraYooga para aumentar o faturamento do seu restaurante, otimizar seu sistema de entregas e deixar seus clientes mais felizes.