COMO FAZER UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA O MEU RESTAURANTE

Se você quer abrir um restaurante ou pretende expandir seu estabelecimento, você precisa entender a importância de ter um plano de negócios.

COMO FAZER UM PLANO DE NEGÓCIOS PARA O MEU RESTAURANTE

Se você está no estágio inicial de considerar a abertura de um restaurante, pensando sobre qual tipo de comida você irá servir, como o espaço será projetado ou como você gostaria que seus clientes se sentissem o estabelecimento, você está no momento de criar um plano de negócios.

Ou, se você já pensa em expansão e é hora de começar a garantir capital, encontrar investidores e parceiros de negócios, ou pensando em um novo imóvel, você também deve ter um plano de negócios em mãos.

Não importa onde você está em sua jornada como proprietário de um restaurante, um plano de negócios é e sempre será a estrela que te guia para o sucesso.

O plano de negócios de um restaurante é o projeto que descreve toda a sua visão e explica em detalhes como como o seu estabelecimento tomará forma e funcionará assim que as portas forem abertas.

A importância de um plano de negócios


Um plano de negócios fornece aos proprietários, partes interessadas, investidores e líderes um guia organizado de como você tornará sua visão para o seu novo restaurante uma realidade. Como também, certificando-se de que nada seja esquecido enquanto você expande o seu negócio.

Quando você está no meio de uma construção, licenciamento, pessoal e outros estressores operacionais, seu plano de negócios funcionará como um roteiro e o ajudará a manter todo o foco.

E seguir em frente sem um deste pode tornar o mundo da abertura de restaurantes muito mais confuso e difícil de navegar.

Planos de negócios para restaurantes também são cruciais para proteger potenciais investidores. Na maioria dos casos, a abertura de um novo restaurante requer a atração de algum capital externo de investidores em hospitalidade ou de pessoas que desejam ser seus parceiros silenciosos.

Antes de investir no seu sonho, eles precisam ver se você tem um plano concreto para o sucesso.

O plano de negócios mostra aos investidores que você pensou em todas as despesas e em todos os cenários possíveis. Ele que fornecerá uma descrição completa do seu plano - e por que e como ele terá sucesso.

Como desenvolver um plano de negócios de restaurante


Quer este seja o seu primeiro plano de negócios ou o décimo, é sempre útil trabalhar com base em um modelo projetado para o seu restaurante.

O modelo de plano de negócios para restaurantes que trouxemos aqui contém todas as seções e etapas mais importantes e que não podem ficar de fora.

Aprenda agora sobre os principais elementos que tornam o plano de negócios de um restaurante bem-sucedido.

Os elementos-chave de um plano de negócios para restaurantes


Para começar, incorpore sua marca com uma folha de rosto que contenha seu logotipo, as fontes de sua marca e todas as informações de contato relevantes.

Sumário executivo

O sumário executivo é a primeira seção a ser escrita em qualquer plano de negócios. Ele apresenta e resume toda a sua visão.

Nessa seção você deve apresentar os elementos-chave do que será discutido ao longo do plano de negócios. Um ótimo momento para chamar a atenção de quem irá iniciar a leitura e incentivar a continuar lendo.

Esse é o espaço para um resumo executivo que inclui coisas como a declaração de missão do seu restaurante, o conceito proposto, como você executará o plano, visão geral dos custos potenciais e o retorno do investimento previsto.

No sumário executivo também é um ótimo lugar para discutir os valores essenciais em que o seu negócio está inserido e que acredita.

Visão Geral do restaurante

Aqui você começará a explicar todos os elementos que definirão seu negócio proposto.

A visão geral do seu restaurante apresenta as informações básicas sobre a estrutura da propriedade, localização e tipo de restaurante e, em seguida, descreve a visão para a experiência do cliente. O que está no seu cardápio? Qual estilo de serviço seus clientes experimentarão?

Você também pode mergulhar em como planeja envolver e reter uma ótima equipe por meio de boas políticas e um ambiente de apoio.

Discuta seus planos para o espaço físico do restaurante nesta seção também, incluindo o layout, a capacidade e o horário de funcionamento.

Finalmente, você pode começar a descrever a marca do restaurante.

Que sentimentos o design do seu restaurante pretende passar para o público? Que esquema de cores você usará em sua decoração e como isso se traduzirá em sua presença on-line?

Mostre que você já pensou em tudo.

Análise da Indústria

Descreva as condições existentes no setor de mercado em que seu restaurante existirá, bem como no local ou a área específica em que você planeja abrir o restaurante.

Esta seção deve cobrir coisas como o crescimento da economia e da indústria local, restaurantes existentes na área, projetos de infraestrutura em andamento ou futuros, áreas comerciais e residenciais próximas e contagens médias de tráfego de veículos e pedestres na região.

  • Mercado-alvo

A indústria de restaurantes é um cenário extremamente competitivo e encontrar seu nicho é crucial.

O que fará seu restaurante se destacar?

Você deve ter uma ideia forte de quem seu restaurante irá atrair e quem você espera que se tornem seus clientes habituais. Descreva seu mercado-alvo e como ele se compara ao setor de restaurantes como um todo em termos de dados demográficos, características e comportamentos.

  • Análise de localização

Na maioria dos casos, os aspirantes a proprietários de restaurantes não têm um local específico selecionado antes de criar e apresentar o plano de negócios. Por isso, concentre-se na área geral ou cidade em que você planeja abrir o restaurante e porque escolheu essa área específica.

Certifique-se de incluir coisas como o crescimento da economia local, grandes eventos em toda a cidade e projetos de infraestrutura nas proximidades.

Compare as condições de mercado existentes com o mercado-alvo pretendido. Os potenciais investidores examinarão esta seção do plano de negócios cuidadosamente para se certificar de que o mercado no local proposto está alinhado com o perfil de cliente ideal.

  • Análise competitiva

Esta etapa é onde você aprofunda o compartilhamento de quais outras empresas existem em torno do seu local proposto.

Você explicará o cenário competitivo existente: compartilhe o número de outros restaurantes da área, prestando atenção especial aos restaurantes com conceitos semelhantes.

Os investidores vão querer entender o que pode fazer com que os clientes escolham seu restaurante em vez de seus concorrentes. O que fará com que sua comida e serviço se destaquem? Você estará aberto por mais horas por semana do que seus concorrentes?

Detalhe qualquer coisa que traga vantagens ao seu negócio.

Plano de marketing

A seção de marketing explica as estratégias para promover seu restaurante antes e depois da abertura. Se você está se perguntando por onde começar a comercializar seu restaurante, você pode encontrar um guia completo aqui.

Identifique táticas específicas nas quais você confiará antes e depois que o restaurante estiver operacional. Se você está planejando trabalhar com um gerente de relações públicas ou lançar uma conta de mídia social para documentar a construção do restaurante e gerar entusiasmo, compartilhe isso. Se você já tem um número considerável de seguidores nas redes sociais em qualquer plataforma, compartilhe-os também.

Fale sobre quais canais você usará quando estiver pronto e funcionando, seja marketing por e-mail, compartilhamento regular de mídia social, parcerias de caridade ou anúncios locais de TV ou rádio. Compartilhe se você vai investir em um software de gerenciamento de relacionamento com o cliente para manter contato com seus clientes leais, ou se você vai ter algum tipo de programa de fidelidade em vigor.

  • Análise SWOT

Nessa etapa, você já definiu a proposta do seu negócio, sabe com quem vai competir e em quais condições. É a hora de cruzar os cenários interno e externo, para saber quais são seus pontos fortes e fracos perante a concorrência.

Você pode fazer isso de uma maneira muito simples e intuitiva, por meio da análise SWOT. Essa sigla inglesa significa:

  1. Forças: são as suas vantagens perante os concorrentes e o cenário do mercado.
  2. Fraquezas: são as suas desvantagens perante a concorrência. Se você estiver abrindo um novo restaurante, tenha certeza de que o fato de ser um estabelecimento jovem se enquadra nas fraquezas.
  3. Oportunidades: são as brechas que você pode aproveitar. Pode ser um nicho de mercado inexplorado ou um serviço diferenciado, como o delivery, por exemplo.
  4. Ameaças: as ameaças falam por si só. São os fatores que podem prejudicar o seu negócio de alguma forma. Por exemplo: se você for abrir um restaurante de cozinha étnica, algo bastante diferenciado, sempre há a possibilidade de o público não aceitar bem a proposta.

Você deve construir uma matriz que exponha todas essas informações. Seja franco: saber quais são os aspectos negativos é muito importante. Afinal, reconhecer um problema é o primeiro passo para lidar com ele!

Plano de Operações

Nesta seção, você deve pintar um quadro de como o restaurante funcionará no dia a dia depois de aberto.

  • Pessoal

De quais posições você precisará e quantas pessoas você espera em cada uma das diferentes funções? Como você se destacará como um grande empregador? Qual será o pagamento aproximado para cada posição? Como você planeja recrutar funcionários e quais são os critérios de contratação para cada função?

  • Políticas e procedimentos de atendimento ao cliente

Como você espera fornecer uma experiência excelente e consistente aos hóspedes? Quais são os valores, políticas e procedimentos específicos do serviço que você implementará e como serão aplicados ou incentivados?

  • Ponto de venda de restaurante e outros sistemas como folha de pagamento

Como você rastreará as vendas e o estoque, fornecerá comida para viagem e entrega, gerenciará a mão de obra, controlará o dinheiro, processará a folha de pagamento e aceitará vários tipos de pagamento?

  • Fornecedores

Onde você obterá seus ingredientes? Onde você comprará equipamentos, incluindo as compras únicas e as coisas que precisam ser reabastecidas regularmente?

Análise financeira

A análise financeira costuma ser uma das últimas partes de um plano de negócios. Os investidores esperam ver uma análise de como você planeja gastar seu dinheiro no primeiro ano, bem como uma comparação entre os custos previstos e a receita projetada.

Existem alguns elementos principais que você deve se certificar de incluir na análise financeira do seu restaurante.

  • Plano de Investimento

Nesta seção, você explica o investimento inicial que espera receber e como planeja gastar o dinheiro no primeiro ano. Isso geralmente inclui equipamentos de cozinha, móveis e decoração, folha de pagamento, taxas legais, marketing e algum capital de giro.

  • Declaração de lucros e perdas projetadas (P&L)

O plano de negócios é criado muito antes de o restaurante realmente abrir. Portanto, a criação desse demonstrativo de lucros e perdas exigirá que você faça algumas suposições bem fundamentadas.

Você terá que estimar os vários custos e números de vendas incluídos em um P&L com base no tamanho do restaurante, seu mercado-alvo e o mercado existente na área que você selecionou.

  • Análise do ponto de equilíbrio

Este é bem direto: os investidores vão querer saber quanta receita você precisará gerar a cada mês para equilibrar os lucros, uma vez que todos os diversos custos indiretos e operacionais sejam considerados na equação.

Sempre haverá alguns custos variáveis, portanto, anote o que você espera que eles representem em sua análise.

Mostre como você espera gerar a receita necessária, mesmo em seus meses fracos.

  • Fluxo de caixa esperado

Seu fluxo de caixa esperado dependerá da frequência com que você espera comprar estoque, do tamanho de sua equipe e da folha de pagamento e do cronograma da folha de pagamento. Quando seu restaurante estiver funcionando, alguns meses serão melhores do que outros.

A análise do fluxo de caixa deve ajudar os investidores a entender que, com base em suas expectativas, seu restaurante será capaz de se sustentar mesmo nos meses menos frutíferos sem a necessidade de investimentos adicionais.

Como apresentar o plano de negócios do seu restaurante


Depois de escrever seu plano de negócios completo, é hora de aprendê-lo por dentro e por fora. Os investidores vão querer ver se você conhece todas as áreas do seu negócio e está confiante de que pode realizá-lo.

Quando se sentir pronto, envie seu plano de negócios por e-mail para qualquer pessoa em sua rede que você acha que pode estar interessada em investir em seu negócio. Com sorte, você receberá algumas dicas e os investidores vão querer se encontrar pessoalmente para discutir o restaurante.

Alguns investidores podem querer ver as informações do seu plano de negócios na forma de uma apresentação de argumento de venda, além de receber o plano de negócios como um livreto impresso para sua leitura.

Crie a apresentação usando um modelo profissional do Planilhas Google ou do PowerPoint e pratique, pratique, pratique até que possa fazer a apresentação inteira sem consultar nenhuma anotação.

Esteja preparado para todas as perguntas possíveis que você possa antecipar - e para aquelas outras perguntas que surgem do lado esquerdo do campo, não há problema em ser honesto e dizer que você encontrará a resposta e retornará a elas em um curto período de tempo.