PORQUE INVESTIR EM MARKETING PARA RESTAURANTE

Marketing para restaurante é uma excelente forma para atrair novos clientes e se destacar em meio à concorrência.

PORQUE INVESTIR EM MARKETING PARA RESTAURANTE

Há muito tempo a mensagem que está presente para quem quer empreender é: se adaptar. E essa é uma boa definição para marketing. Seu negócio se adapta ao mercado e aos hábitos, gostos, vontades e necessidades do seu público, para enfim gerar lucro.

Com restaurantes e demais nichos do setor de alimentação fora do lar, esse caminho não é diferente.

A estruturação do marketing para um restaurante se inicia no momento em que você pensa em abrir o seu negócio. Ele será voltado para qual público? O que esse público almeja? Vou atender com mesas ou só balcão? Será só o serviço de entrega? A resposta dessas e de outras tantas perguntas aos poucos constrói o planejamento de marketing e o seu negócio.

Mas por onde começar?

Analise o mercado de serviço de alimentação

Faça uma avaliação 360º do seu negócio. É possível considerar elementos internos, que fazem parte do microambiente do seu restaurante. E os externos, do macroambiente, que correspondem àquilo que foge ao controle do seu estabelecimento.

  • Tamanho do mercado do modelo de negócio que você segue: qual é o seu nicho? Hamburgueria, pizzaria, doceria, self-service, takeaway? É possível ter uma estimativa do tamanho do público, do volume potencial de vendas e do fluxo de receita.
  • Tendências de crescimento para o tipo de serviço: o quão rápido esse mercado está crescendo e quais são as expectativas para o segmento.  
  • Identifique o seu público: como se comporta o público que você quer atingir e onde ele está. Seu restaurante serve comida fit? Onde você pode potenciais clientes que consomem esse tipo de comida? É primordial saber com quem você deve conversar.
  • Os concorrentes que criam o cenário competitivo: entender como as ações dos seus concorrentes podem impactar seu restaurante, ou até ajudar. Afinal, eles já cometeram erros. Tire daí boas lições do que não deve ser feito.
  • Os objetivos do seu negócio: definir as estratégias que o farão seu negócio se destacar dos seus concorrentes.

A internet é o melhor lugar para essas pesquisas. E se o que você procura não está no Google, seu concorrente por exemplo, você já achou uma oportunidade.

É essencial antes de dar o passo a seguir, ter a sua Análise SWOT bem definida. Pontos Fortes, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças do seu negócio e como fatores externos também interferem nesses 4 quadros base para o desenvolvimento do seu restaurante.

  • Aproveite as vantagens que tem sobre seus concorrentes;
  • Elimine as fraquezas que o posicionam atrás deles;
  • Aproveite as oportunidades do mercado;
  • Minimize o impacto de quaisquer ameaças que surgirem no caminho.

O mercado da alimentação é mutável, por isso é essencial não só definir seus objetivos, como também acompanhar sempre o movimento do segmento. Isto é, como o seu restaurante pode alcançar e sustentar vantagens competitivas nesse ambiente de mutação e crescimento constante?

Tenha em mente também as metas a curto, médio e longo prazo. O que você pode fazer para amanhã? Para o próximo mês? Ou para o ano? Aonde você quer chegar daqui 5 anos com o seu estabelecimento? Criar metas vai além de sonhar. É dar números a essa sonho e a cada dia colocar uma pecinha a mais para atingir o objetivo.

Defina os objetivos de marketing do seu negócio


1. Você quer vender mais?

E quem não quer, certo? Esse é um dos principais objetivos de marketing para um restaurante.

Basicamente, as vendas se dividem em 2 fatores:

  • Uma oferta de valor;
  • Uma recompensa por essa oferta.

Busque por estratégias certeiras que podem alavancar suas vendas: um produto diferente, estender o horário de funcionamento, expandir a estrutura, criar mais promoções, ou focar mais no seu público-alvo.

2. Tornar seu negócio mais visível?

A premissa para colocar seu restaurante em evidência é saber identificar o seu público. Não é possível dar visibilidade para o que você faz e oferece, se o público que você está conversando não tem interesse nisso.

Aqui entra uma série de práticas voltadas para a publicidade e propaganda, como pesquisa de mercado, definição do público e divulgação do seu negócio como algo necessário para os seus clientes.

Para otimizar os investimentos que você faz em marketing, suas estratégias devem focar nas pessoas certas. E o que definimos por "pessoas certas", são aquelas que têm a maior chance de se tornarem seus clientes.

3. Construir uma marca?

A construção da marca é o que dá forma ao seu restaurante. É um símbolo que representa a essência dos seus valores, mas vai além de um ambiente aconchegante ou cores legais na fachada. Ela funciona como um conjunto de ações que te representam, que te evidenciam.

Essa construção acontece na mente das pessoas e através de estratégias de marketing que tornam seus valores, cultura e propósito mais tangíveis. Por isso deve ser visual, verbal e também sensorial. Nada mais sensorial que comida, não é mesmo?!

O aumento das vendas e a fidelização de mais clientes são uma consequência desse processo de construção.

4. Busca pela fidelização dos seus clientes?

Fidelização é o mesmo que criar um relacionamento mais próximo com os seus clientes. E isso vai além da venda, para que o seu cliente não se esqueça da boa sobremesa que sua doceria serve, da batata frita quentinha que chega pelo delivery, ou da promoção que ele recebe no dia do aniversário.

E, lembre-se: fidelizar clientes é muito mais barato que conquistar novos para o seu estabelecimento.

Ao estreitar os laços, é importante atentar-se que seu público vai além de quem consome seus produtos. Os clientes têm extrema importância, mas fornecedores e parceiros também fazem parte do seu público de interesse.

Quanto mais pessoas falarem bem do serviço que você oferece, mais novos clientes será possível atrair. E fortalecer o nome do seu estabelecimento.

5. Construir uma boa relação com os colaboradores

Além desses objetivos voltados para o público externo, é interessante lembrar que estratégias de marketing não estão voltadas apenas para fora da empresa.

Dentro das paredes que representam seu negócio também existe um público que deve ser fiel e é essencial para o sucesso. Estreite o laço com os seus colaboradores com ações de endomarketing.

Leia também: Como definir metas de curto e longo prazo para o seu restaurante.

Use o MIX de Marketing a seu favor


Qualquer estratégia de marketing de sucesso parte dos 4P's do marketing. Esses são os elementos usados para determinar como atingir o seu público-alvo. É um conjunto de variáveis controláveis que influenciam a forma como os seus clientes podem procurar o seu produto ou serviço, para aumentar as suas vendas.

  • Produto: para um restaurante, esse produto é a comida. Não é necessário criar novas receitas mirabolantes. Se você oferece um produto único, você está no ponto que precisava. Pizza com massa sem glúten, a releitura de um doce de família ou um cardapio sazonal, são exemplos de produtos que podem chamar a atenvao dos seus clientes.
  • Preço: o quanto você vai cobrar do seu cliente e como ele vai pagar. Mas a definição do preço não deve basear só ao seu planejamento financeiro, como também ao produto que pretende oferecer.  Se decidir cobrar um algo a mais, analise se o valor nao excede ao que o mercado também oferece. Um espetinho de carne individual, com acompanhamentos não pode ir alem de R$60.
  • Praça: esse é o seu local físico, caso você tenha um estabelecimento. Se o seu atendimento é virtual, sua praça é um canal digital, site ou redes sociais. E para determinar a praça é necessário entender o seu público, onde ele está e como atraí-lo.
  • Promoção: mídias físicas e digitais serão suas aliadas. Nesse "P" tambem é pertinente entender onde seu público-alvo está e direcionar a promoção de forma mais assertiva. Se seu público é jovem, com certeza ele está nas redes socias. Invista em anúncios segmentados, chamadas para delivery, ofertas ou sorteios.

Seu restaurante precisa de um diferencial competitivo


Buscar um diferencial competitivo é dizer que seu negócio é único em algo, ou que o faz tão bem, que se destaca. O diferencial é o Fator X do seu restaurante. E isso significa ir além das expectativas do seu cliente, surpreendendo-o positivamente.

Procure algo inovador para se destacar dos seus concorrentes e ser referência para os seus consumidores.

Fique atento a essas dicas:

  • Cardápio eletrônico: use um design que destaque a comida que oferece e deixe seus clientes com água na boca. Conheça o sistema de Gestão Suave da Yooga e a funcionalidade de cardápio QR Code.
  • Sistema de Delivery Próprio: com a Yooga é possível oferecer um delivery próprio para os seus clientes. Perfeito para dar mais autonomia aos seus clientes na hora dos pedidos, maios controle da experiência do usuário para você e muito mais vendas para o seu restaurante.
  • Conceito visual: seja no ambiente, nos pratos, no cardápio ou no atendimento, ele deve refletir a proposta do seu negócio.
  • Programa de fidelização: a fidelização pode ser estimulada por meio de programas de incentivo. É interessante que o programa de fidelidade seja gerenciado da forma mais facilitada possível.
  • Diversificação no cardápio: as pessoas comem com os olhos e amam diversificar o que comem diariamente. Pense no prato principal e também em opções distintas.
  • Aplicativo próprio de reservas: exclusivo para reservas, pedidos ou pagamentos on-line via celular.

Canais de marketing para colocar em prática

A pergunta aqui não é onde você quer aparecer, e sim, onde você precisa aparecer?

Esse é o momento de definir quais são os caminhos para chegar até o seu consumidor final. Desde a ideia de criação de um produto ou uma oferta, é definitivo entender como esse conteúdo, produto ou serviço vai atingir exatamente quem precisa.

Mas quais são os canais de marketing de maior acessibilidade?
Hoje, os principais são os canais digitais, com resultados bastante expressivos e alguns até de baixo custo para o seu restaurante.

Veja abaixo os principais caminhos para o seu restaurante se diferenciar da concorrência.

Redes Sociais

Sabe aquela frase: quem não é visto, não é lembrado? Aqui ela se encaixa perfeitamente! Porque, se o seu restaurante não está nas redes sociais, ele praticamente não existe.

Com tantos usuários ativos e em constante uso, como os que estão nas redes sociais, não há um desculpa que seja aceitável para o seu negócio ainda não estar lá.

De acordo com o Cuponation, nós brasileiros passamos quase 5h diárias navegando em redes sociais como Instagram, Facebook, Twitter e Youtube. Dessa forma, é importante que esses canais façam parte das estratégias de marketing do seu restaurante.

Com certeza você tem um boa porcentagem do seu público-alvo usando as redes agora. E aí, será que estão vendo uma postagem sua nesse momento?

Aposte nas redes sociais, mas ofereça conteúdos relevantes: boas fotos de comida, vídeos dos preparos, fotos do ambiente e das pessoas socializando. Pode apostar também no poder dos digital influencers.

Referência

Dificilmente alguém que recebe uma indicação, a rejeita. "Comi uma pizza deliciosa ontem, você precisa conhecer"; "Fui ontem em uma açaiteria e lembrei de você"; ou "Fui a um bar esse fim de semana e tem o drink que você gosta".

A referência funciona assim, no boca a boca, feita diretamente por conhecidos. Ou por desconhecidos, através de avaliações e comentários sobre o seu restaurante.

Se o seu restaurante tem um diferencial expressivo, pode ter certeza que ele vai parar nas redes dos seus clientes. Clientes satisfeitos falam sobre o seu negócio, postam fotos e despertam o interesse em ainda mais pessoas. É um tipo de venda indireta, mas que reflete bastante no seu estabelecimento e nas redes sociais do seu restaurante.

Nota: O mesmo poder da referência vale para algo ruim. Preze sempre para o bom atendimento, a comida de qualidade e o ambiente confortável.

Busca direta

Basicamente é a forma como seu cliente te busca no navegador, digitando sua URL diretamente. Seja pelo Google, Bing ou Yahoo, a ideia é dar informação útil à mão do seu público.

E se o seu restaurante não tem um site, tá na hora de avaliar melhor as suas estratégias de marketing. Estruture páginas com:

História do seu estabelecimento;

  • Valores que carrega;
  • Fotos convidativas do seu restaurante;
  • Cardápio informativo e com fotos atrativas;
  • Faça bom uso das provas sociais, com depoimentos reais de clientes;
  • Informações fáceis de endereço, contato e horário de funcionamento.

E-mail marketing

Esse é um canal tradicional, mas ainda é um dos mais sólidos para ter resultados em marketing digital. E se o seu cliente forneceu esses dados para você, valorize esse relacionamento.

Nessa etapa há uma abertura para a proximidade. Ofereça um conteúdo de fácil leitura e boas imagens. E não se esqueça das ofertas exclusivas. Que tal aproveitar datas comemorativas como Dia dos Pais, Natal ou aniversários e oferecer uma sobremesa para quem fizer reservas para o dia?

E-mails marketing também servem para direcionar seu cliente a visitar novas páginas ou para realizar alguma ação. Mantenha o engajamento, isso é essencial!

Mídia ou tráfego pago

Aqui a gente fala de investimento! Porque além de estruturar todo o seu conteúdo digital para os clientes que já tem, você pode atrair muito mais.

E se está começando o seu restaurante, "patrocinar" é praticamente uma prece.

Você já tem seu públic0-alvo estabelecido, conhece seus gostos, suas vontades e necessidades. Mais que isso, sabe onde ele está. Agora é investir nos links e posts de segmentação. Aposte no Google, Facebook, Instagram e Waze Ads. E se prepare para a expansão!

Com o crescimento do seu negócio, a demanda por produtos será maior e a quantidade de pedidos também. Faz parte do plano de marketing de um restaurante simplificar o dia das pessoas que consomem, das que trabalham e de quem gerencia. Para isso, conte com o Sistema de Gestão Yooga.

Se o seu restaurante busca longevidade, lucro e a satisfação dos clientes, você deve investir em marketing.